sábado, 16 de janeiro de 2021

TOP 7 - Personagens mais inteligentes dos animes

Poster TOP 7 - Personagens inteligentes de anime

Este TOP 7, o primeiro de 2021, procura identificar algumas das personagens mais inteligentes dos animes. Aqui temos personagens dotadas de características intelectuais extraordinárias que lhes permitiram idealizar estratégias e até mesmo manipular as outras personagens com vista à prossecução das suas metas. Temos heróis, anti-heróis e até vilões, todos eles merecem um lugar neste TOP 7 pela sua inteligência acima da média, apesar dos seus incontáveis defeitos.


1- Lelouch vi Britannia (Code Geass)

Lelouch vi Britannia (Code Geass)


O protagonista de Code Geass, Lelouch vi Britannia é um grande jogador de xadrez e é esta a analogia que os criadores do anime usam para explicar toda a inteligência da personagem, que se revela um grande manipulador usando todas as outras personagens do anime como peças do seu próprio tabuleiro de xadrez.

Encontra-se por acaso com C.C. e faz um acordo com ela em troca do poder Geass. Este acordo irá a mover as engrenagens que o levarão a um caminho sinuoso e solitário, pensado ao mais pequeno pormenor, e que irá demonstrar toda a mestria intelectual deste mestre de xadrez. É na execução do plano de Lelouch que podemos observar o quanto esta personagem é genial.

Lelouch é, na verdade, filho do Imperador da Britannia e um acontecimento traumático que resultou na morte da mãe e na incapacidade física da irmã Nunnally, levou a que ele acusasse o pai de nada fazer para punir os culpados e acabasse exilado, juntamente com a irmã, no Japão.

Lelouch a jogar xadrez gif
Lelouch é um grande jogador de xadrez.


Quando a Britannia conquista o Japão, Lelouch e a irmã são acolhidos e adotados pela família Ahsford, passando a frequentar o Colégio Ahsford. Neste momento, ainda não sabemos quem é Lelouch e, muito menos, que ele esconde dentro de si um forte desejo de vingança contra o pai, o homem que considera responsável pela morte da mãe e pelo estado em que se encontra a irmã.

Acredito piamente que a sua inteligência o tenha levado a sobreviver em segredo, pois acredito que é ele que aparece na cena final do anime a conduzir aquela caroça com C.C...


2- Shikamaru Nara (Naruto Shippuden)

Shikamaru Nara (Naruto)

Personagem secundária com algum destaque no anime Naruto e na sua sequência Naruro Shippuden, Shikamaru Nara é um colega e amigo de infância do protagonista do anime, Naruto Uzumaki. Ele é também um dos poucos colegas de Naruto que sempre o tratou como um igual, ao contrário do que acontecia com os outros habitantes da Vila de Konoha que o tratavam com desprezo por ser o jinchuriki da Kyubi.

Preguiçoso e de poucas falas, a primeira vez que temos noção da inteligência acima da média de Shikamaru é nos exames chunins onde a sua incrível estratégia o permite derrotar um oponente consideravelmente mais forte, no caso Temari que mais tarde se tornará sua esposa.

Shikamaru a jogar shogi gif
Shikamaru jogando shogi com o pai.


É o seu sensei que descobre o potencial de Shikamaru e que nos revela que o seu aluno é um génio com um QI maior que 200. Após a morte do seu sensei, Shikamaru amadurece deixando de lado a sua postura de preguiçoso e relaxado, por outro começa a delinear os seus objetivos de vida e se predispõe a ser conselheiro de Naruto quando este se tornar Hokage.

Atualmente, atua como conselheiro do Sétimo Hokage de Konoha, Naruto Uzumaki, onde pode utilizar a sua inteligência acima da média para ajudar o amigo a tomar as melhores decisões em prole do bem de Konoha. É também um pai de família tendo um filho com Temari, Shikadai.


3- Light Yagami "Kira" (Death Note)

Light Yagami (Death Note)

Light Yagami é o protagonista do mega sucesso Death Note e, apesar do seu carater enquanto ser humano deixar muito a desejar, uma das personagens mais inteligentes não só do seu próprio anime, onde tem um rival de peso, L, como de todos os animes que existem por aí.

Um estudante genial que cola as mãos num poderoso caderno, pertencente a um shinigami, que permite ao seu usuário matar qualquer pessoa apenas escrevendo o nome dessa pessoa no caderno. Light elabora um plano para criar um mundo ideal, sem criminosos, e utiliza o caderno para executar os criminosos tornando-se no perigoso serial killer Kira. Mas as suas ações chamam a atenção das forças policiais que contratam o misterioso detetive L para descobrir o autor das mortes.

Light a ler gif
Light é um estudante que se deixa cegar pelo poder.

Muitas vezes surge a controvérsia acerca de qual é o mais inteligente: Light ou L, para mim a resposta está na posição em que coloco cada um deles neste TOP 7. Ambos são génios, mas enquanto L tem à sua disposição o FBI e todas as forças policiais do mundo, tendo sido educado desde criança para se tornar num super detetive, Light é apenas um estudante que consegue, durante a maior parte do tempo, enganar a todos, perdendo apenas para a sua obsessão doentia em criar um mundo sem criminosos.

O duelo entre as mentes geniais de Light e L só podia resultar na destruição de ambos… Considero Death Note como um dos melhores animes que já assisti, pois todo o seu enredo foi muito bem conduzido.


4- L (Death Note)

L (Death Note)

L Lawliet conhecido como L, é o principal antagonista da série de mangá e anime Death Note. Ele é um detetive enigmático, sem rosto e altamente estimado, que se comunica apenas por meio de seu assistente Watari, que atua como sua ligação oficial com as autoridades. Embora todo o seu passado esteja envolto em mistério, ele é considerado um dos melhores detetives do mundo.

L veio de um orfanato para super-dotados chamado Wammy's House, em Winchester, Inglaterra, o que já revela a sua inteligência acima da média. O seu nome, rosto e localização são desconhecidos por todos, exceto por Watari, seu assistente, alguns envolvidos no caso e uns poucos agentes do FBI, que o ajudam a procurar pelo assassino "Kira".

L a comer gif
Um exemplo da falta de classe de L...

Ao longo da série, ele observa e espia as atividades do personagem principal, Light Yagami de modo a expô-lo como o infame serial killer responsável por massacrar inúmeros criminosos de destaque em todo o mundo em circunstâncias misteriosas.


5- Aizen Sousuke (Bleach)

Aizen Sousuke (Bleach)

Aizen Sousuke é o principal antagonista do anime Bleach. É o anterior capitão do 5º Esquadrão da Soul Society, de onde desertou com vista a destruir a Soul Society e ganhar mais poder.

Aizen passou a maioria da sua carreira como shinigami no 5º Esquadrão, onde se tornou Tenente sob as ordens do Capitão Hirako Shinji e finalmente Capitão. Ganhou dois seguidores de peso Ichimaru Gin e Kaname Tousen. Um século antes do início dos acontecimentos do anime, Aisen realizou experiênicas, usando um item criado por Urahara Kisuke chamdo Hougyoku que criava shinigamis hibridos de hollow, em vários colegas shinigamis como o seu próprio Capitão Hirako Sinji, os transformando em Vaizards. Culpando Urahara Kisuke pela criação dos Vaizards, ele fez com que Urahara fosse exilado.

Aizen atua tal como um mestre de xadrez que move as suas peças no tabuleiro de acordo com a sua própria estratégia e vontade, o que revela a sua enorme inteligência. No início não sabemos as suas reais intenções, mas com o decorrer dos seus planos, vemos que ele planeava tudo com grande antecedência, manipulando toda uma sociedade e inclusive toda a vida do protagonista Ichigo, que no fundo foi a sua maior cobaia em todo o anime.

Aizen Bleach gif
À que saber fazer entradas em grande como Aizen!


Antes do partir da Soul Society ele subjugou o rei do Hueco Mundo, Barragan Luisenbarn e tomou o Hueco Mundo com o palácio de Las Noches que recriou à sua própria imagem. Ele recrutou ainda os Arrancars que se iriam tornar nos seus Espadas.

Durante o seu tempo como Shinigami, Aizen criou uma imagem pública de um intelectual respeitável cuja humildade e compaixão equiparavam a sua dedicação aos 13 Esquadrões da Soul Society. Contudo, posteriormente foi revelado que essa facada era usada para esconder a sua verdadeira natureza. Apesar da sua aparente bondade, Aizen vê os seus subordinados como peões e os avisa de ante-mão para não confiarem nele, nesta admissão ele vê moralidade e empatia como uma fraqueza que deve ser excomungada para atingir o total potencial. Ele não hesita em matar para atingir os seus objetivos.

Durante a sua ascensão ao Hueco Mundo, Aizen descarta o seu disfarce, exibindo a sua verdadeira personalidade, e torna-se tão confiante que se julga invencível após fundir o Hougyoku em si próprio. A sua arrogância leva-o à sua derrota às mãos de Ichigo e ele acaba por ser selado por Urahara.


6- Kaguya Shinomiya (Kaguya-sama: Love is War)

Kaguya Shinomiya (Kaguya-sama: Love is War)
Protagonista homónima do anime Kaguya-sama: Love is War, Kaguya Shinomiya é herdeira de um dos maiores impérios financeiros do Japão e vice-presidente do Conselho Estudantil. Ela foi criada para, no futuro, se tornar uma das pessoas mais poderosas do país e do mundo e, a verdade, é que ela não deixa os seus créditos por mãos alheias, sendo uma das melhores alunas do colégio de elite que frequenta.

Kaguya é um génio multitalentoso que consegue realizar qualquer coisa que se proponha (exeto ultrapassar Shirogane nos exames). A sua inteligência pode ser observada nos os planos que ela elabora diariamente para fazer o seu interesse amoroso, Shirogane, confessar o seu amor por ela. A batalha do amor é o mote deste anime, mas tal só é possível devido à inteligência acima da média dos seus protagonistas, sendo que tanto Kaguya quanto Shirogane mereciam um lugar neste TOP 7. Optei por Kaguya por que acho que ela é mais maquiavélica do que o seu rival e interesse amoroso.

Subconsciente de Kaguya gif
Maquiavélica e inocente?

Para além de Hayasaka que é sua emprega particular desde a infância, Kaguya raramente interagia com outras pessoas antes de se tornar membro do Conselho Estudantil. A sua mãe faleceu quando ela era muito jovem e a sua relação com o pai e os outros menbros da família parece muito distante, daí que ela seja muito inocente em determinadas matérios como, por exemplo, nas relações amorosas.


7- Johan Liebert (Monster)

Johan Liebert (Monster)
Johan Liebert, jovem, belo, inteligente, de semblante apático, voz macia e uma incrível habilidade discursiva. Concluindo, um demónio com a aparência de anjo, um Serial Killer psicótico de mente complexa e fruto de uma experiência nazi para criar o ariano perfeito. Johan é o "Monstro" a que se refere o título do anime e o principal antagonista de toda a história.

Uma mente doentia desenvolvida e aprimorada, mas dotada de vontade própria, Johan consegue presuadir e cativar, sendo um mestre em violência psicológica. Expondo medos, anseios, desejos e a verdadeira natureza de cada pessoa e usando tudo isso contra a própria.
Johan Liebert Monster gif
Anticristo ou vítima das circunstâncias?
Johan jamais perde o controlo, mantendo a calma em qualquer situação. É uma personagem enigmática, na maior parte das vezes percepcionada pelos olhos das outras personagens, Johan consegue de uma maneira genial levantar questões sobre a própria natureza humana e as suas capacidades de mutação/adaptação ao mundo em que vive. Ele busca acima de tudo a sua essência e a essência humana e enquanto não encontra aquilo que procura, a sua tristeza e crise existencial tomam conta de si. A sua arte em manipular é a maior expressão da sua grande inteligência.

domingo, 3 de janeiro de 2021

Retrospectiva 2020 | Mundo da Fantasia

Poster Retrospectiva 2020

O ano de 2020 finalmente chegou ao fim. Foi um ano bastante doloroso para todo o mundo devido à Pandemia, esperemos que 2021 seja muito melhor. Todavia, neste ano que passou nem tudo foi mau e acontece que mesmo não tendo sido um dos anos mais prolíficos aqui no blogue, ainda houve tempo para alguns posts sobre os temas do costume. Passo então a apresentar aquilo que foi o ano de 2020 no blogue Mundo da Fantasia.



Poster livros 2020

Apesar de 2020 não ter sido um ano particularmente rico em leituras, considero que no geral se tratou de um bom ano, comecei com os romances históricos Perigo, Prazer e... Fuga e O Ano em que nos Amámos Perigosamente para passar para o romance erótico de Laurann Dohner, Best Friendes, que me desiludiu, apesar de ser fã confessa da autora à vários anos.
Para terminar o ano em grande, tive a oportunidade de ler dois grandes clássicos da literatura mundial: A Quinta dos Animais de George Orwell e O Apelo da Selva de Jack London, ambos são protagonizados por animais que nos ensinam valiosas lições ao longo da sua jornada.




Poster filmes 2020

Este ano não foi possível ir com frequência ao cinema daí que o único filme que faz parte desta lista que foi assistido no cinema é 1917, uma autêntica viagem visual sobre a Primeira Guerra Mundial e que foi a minha maior surpresa do ano.
Praticamente, todos os outros filmes comentados no blogue este ano têm o cunho Netflix, à exceção da adaptação live-action do anime Say "I love you", que integrou a rúbrica Duelos.



Poster séries 2020

Control Z foi a maior surpresa que tive neste ano no que respeita às séries. A série escolar mexicana lançada pela Netflix até pode ter surgido na onda de outras séries do género que têm tido sucesso como Elite, mas marcou pelo plot misterioso e interessante.
Blood and Water também é uma série passada num colégio de elite, mas o grande mistério por detrás do desaparecimento da irmã da protagonista é a força motriz que embala a série e que nos compele a assistir a esta série sul africana de qualidade.
A segunda temporada de Carbono Alterado chegou depois de muita espera e desiludiu, mas não deixa de ser uma boa aposta para os fãs de ficção científica.



Poster animes 2020

A abrir o ano, Kaguya-sama: Love is War foi o anime que me conquistou. Cagaster of an Insect Cage até que começou bem, mas com o avançar do episódios revelou-se mais uma desilusão. 
Entre os restantes animes que assisti destaco Servant x Service um anime Slice of Life delicioso e A Whisker Away um filme animado que no meio de uma premissa bastante simples acaba por abordar um tema que não costuma ter muito destaque neste tipo de obras: a depressão.



Poster mangás 2020

Em 2020 descobrir uma nova paixão: mangás yaoi. Tenho lido vários, mas para falar a verdade apenas falei sobre dois deles aqui no blogue. Seven Days (mangá japonês) e At the End of the Road (manhwa sul coreano), por coincidência ambos shounen-ai, isto é, sem cenas de intimidade explícitas entre os protagonistas, o que prova que o mais interessante neste tipo de obras é o seu enredo, sendo que At the End of the Road aborda temas bem pesados como a violência doméstica, o abuso sexual e até o suicídio, mas consegue o fazer com mestria, apesar de haverem certos aspeto da história que acabam por não ser tão bem desenvolvidos como deveriam, mas nem por isso deixo de considerar este manhwa como um dos melhores que li até hoje.


Em relação à rúbrica TOP 7 posso dizer que o ano que passou foi rico neste requisito. Passo a apresentar os TOP 7 mais populares de 2020 (para verem os posts bastar clicar na imagem correspondente).





quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Manhwa At the End of the Road | Bullying e suicídio

Manhwa At the End of the Road



Após ser atropelado por um camião, Taemin acorda preso no corpo de Siwoon, uma vítima de bullying na escola. Habituado a se defender sozinho desde muito jovem, Taemin consegue lutar contra os atacantes de Siwoon, mas entretanto encontra, Woojin, um amigo do passado. 
De algum modo, Woojin consegue reconhecer Taemin no corpo de Siwoon. O que aconteceu no passado entre ambos e como isso irá afetar o seu futuro?



Hoje vou falar de uma obra que achei super interessante, trata-se de um manhwa shounen-ai chamado At the End of the Road. Mais de que manhwa com um romance entre rapazes, esta obra aborda temas bem profundos, principalmente, o bullying, a depressão, o suicídio e o abuso físico e sexual. Trata-se de uma história triste e recheada de cenas violentas e revoltantes, mas que mesmo assim tem um qb de esperança.

Ultimamente, tenho me deparado com manhwas com histórias muito boas e realistas, ou talvez, esteja numa fase em que consigo pensar mais seriamente sobre aquilo que leio e tentar perceber a mensagem dos autores.

Taemin, Woojin e Siwoon são personagens extremamente complexas e realistas. Os temas apresentados no manhwa podem ser levados ao extremo, mas é certo que a vida real também pode ser bem extrema em determinadas situações. 

A melhor maneira de analisar este manhwa é apresentando os seus protagonistas e falando um pouco sobre os seus passados, dilemas e medos.



At the End of the Road é um manhwa composto por um trio de protagonistas complexos e bem desenvolvidos, sendo que um deles, Siwoon, faleceu no início do manhwa, mas o seu corpo, ocupado agora por Taemin, continua presente ao longo de todo o manhwa, sendo os acontecimentos que levaram à sua morte preponderantes para o desenrolar de grande parte da história.


Taemin

At the End of the Road - Taemin


A probreza está bem patente em At the End of Road, Taemin nasceu num dos bairros mais pobres da Coreia do Sul, onde a fome e a negligência sempre andaram lado a lado, mas o seu maior azar for ter nascido no seio de uma família disfuncional. O pai, um alcoólico bastante violento, batia frequentemente na mulher e no filho. Um dia a mãe de Taemin fartou-se, até aqui compreendi, ninguém merece ser o saco de pancada de um homem desiquilibrado, contudo, ela deixou o filho para trás…

Taemin tem que viver sozinho com o pai e as tareias tornam-se cada vez mais frequentes, mas o seu espírito combativo tornam-no num sobrevivente rijo. Um dia ele encontra outra criança abusada fisicamente pela mãe, Woojin, de quem se torna uma espécie protetor e com quem desenvolve uma relação muito especial. Até ao dia em que Woojin desaparece e o pai de Taemin o abandona, completamente sozinho no mundo e com as dívidas do pai no seu encalço é surpreendente que ele não se tenha tornado um delinquente.
At the End of the Road - Taemin
Lindo por dentro e por fora!


Para piorar a sua situação, alguns anos mais tarde ele é atropelado. O seu corpo morre (um autêntico desperdício!), mas ele tem a oportunidade de ficar com o corpo de Siwoon, um jovem da mesma idade que se suicidou e cujo o corpo permanecia em coma à alguns meses.

Depois de todo o discurso acima, posso dizer que finalmente começa a história de At the End of the Road. Taemin está preso num corpo que não é o dele e tem que se adaptar a uma vida muito diferente daquela que levou até então. O seu medo de que ele, "Taemin", deixe de existir é bem patente ao longo da obra e de algum modo somos reconfortados com a ideia de que aconteça o que acontecer Woojin irá sempre se lembrar de Taemin como ele era originalmente.

O ponto negativo do manhwa tem a ver o facto da razão por detrás da troca de corpos entre Taemin e Siwoon nunca ter sido explicada, este é o único elemento fantasioso do manhwa e é quase ignorado pelo autor(a) que apenas usou esta troca de corpos para colocar Taemin perto de Woojin.


Woojin

At the End of the Road - Woojin
Olhos assustadores que escondem muita dor.


Outra personagem com uma infância muito dura. Também ele uma criança pobre e abusada fisicamente pela própria mãe, uma mulher desequilibrada psicologicamente. É encontrado, por acaso, por Taemin que o ajuda e passa a atuar como seu protetor. Mas o aparecimento do pai vai fazer com que a sua vida dê uma volta de 180 graus.

Ele é, na verdade, o filho de um homem muito rico com a amante deste, sendo que o pai o abandonou e à mãe na mais extrema pobreza sem olhar para trás. Contudo, a doença terminal do seu filho legítimo, leva a que ele venha buscar a criança que abandonou para substituir o filho moribundo e herdar o seu império, trata-se de um acordo e Woojin nunca é verdadeiramente tratado como um filho pelo pai e muito menos pela esposa deste. A razão porque ele acaba por aceitar o acordo é Taemin, Woojin tem consciência que não consegue proteger o amigo e que acaba sempre a ser protegido por ele, acreditando que no futuro poderá ficar ao lado de Taemin para sempre, Woojin abandona-o sem dizer uma palavra, causando uma profunda mágoa em Taemin.

No início do manhwa, a frieza de Woojin causa-nos um certo desconforto, mas ao longo do tempo vamos percebendo cada vez mais sobre esta personagem que teve uma infância muito difícil como Taemin, mas que mesmo depois de abandonar o bairro pobre onde cresceu para habitar uma mansão e se tornar hedeiro de um dos maiores impérios do país, continuou a viver um autêntico inferno, sem amor ou carinho de qualquer tipo, ou seja, no final ele acabou tão sozinho quanto Taemin e até quanto Siwoon...


Siwoon

At the End of the Road - Siwoon
A maior vítima do manhwa.


Ao contrário dos outros protagonistas de At the End of the Road, Siwoon vem de uma família rica e supostamente normal, mas vamos perceder rapidamente que a vida desta personagem é muito complicada, principalmente, porque ele é alvo de inveja extrema no seio da sua própria família, neste caso da parte do próprio irmão gémeo. 

Após ser abusado sexualmente por um grupo de delinquentes a mando do próprio irmão, Siwoon vê a sua vida tornar-se num autêntico inferno, isto porque para além do trauma, ele vê um vídeo do sucedido ser lançado na sua própria escola e torna-se vítima de vários atos de bullying extremante cruéis. Completamente sozinho, tanto na escola como em casa, devido à convivência permanente com o irmão que o odeia, Siwoon acaba por colocar um fim à sua própria vida.
 


Alguns dos temas abordados

Manhwa At the End of the Road



Abuso sexual
Siwoon é violado por um grupo de delinquentes a mando do próprio irmão gémeo que depois divulga o vídeo do sucedido na escola, tudo por inveja do irmão ser mais popular e ter melhores notas do que ele... Até onde podemos chegar por inveja? Este manhwa faz-nos pensar como este sentimento, muitas vezes levado pouco a sério, pode tomar contornos bem macabros.
A inveja do irmão gémeo de Siwoon é a força motriz que destrói a vida do protagonista. A personagem é tão detestável que mesmo que o autor do manhwa o tenha tentado humanizar um pouco ao expor os seus conflitos internos, não consegui aceitar que no final ele não foi assim tão castigado como merecia. Custa a compreender como podemos odiar tanto alguém que nos ama, como Siwoon amava o irmão, e que só nos tenta ajudar e oferecer conforto ao longo da vida.

Bullying
Podemos inferir que Siwoon era um aluno popular até que uma série de acontecimentos negativos veio alterar toda a dinâmica da personagem. O que aconteceu? Inveja no sentido mais negativo de todos...
Siwoon torna-se vítima de bullying depois do próprio irmão divulgar um vídeo pela escola onde este é abusado sexualmente por um grupo de delinquentes a mando do próprio irmão. 
O modo como ele é tratado pelos colegas, sendo uma vítima é revoltante. E apesar de Taemin dar um corretivo na maioria deles, assistir ao sofrimento de Siwoon, mesmo que de modo indireto é a parte mais triste deste manhwa.

Suicídio
Depois de toda a dor, Siwoon decide por fim à própria vida num ato de desespero. O estado psicológico do adolescente estava muito abalado e, a verdade, é que talvez por vergonha o jovem acabou por não pedir ajuda. 
O suicídio de Siwoon é igual ao acidente de Taemin, ambos são atropelados por um camião, claro que Siwoon atirou-se para a frente do camião e Taemin foi atropelado acidentalmente, mas acredito que o simbolismo por detrás destes acidentes leva à troca de corpos entre os dois jovens. O corpo de Siwoon não tem morte imediata, ele premanece em coma por três meses, até que Taemin sofre o acidente e nesse instante dá-se a troca de corpos, finalmente, Siwoon pode morrer em paz no corpo de Taemin e Taemin pode continuar com a sua vida e reencontrar-se com Woojin.

Violência doméstica
Tanto Taemin quanto Woojin são vítimas de violência física e psicológica no seio dos seus próprios lares. Taemin tem um pai violento e alcólico que depois de maltrapar a mulher ao ponto de a fazer fugir de casa, acaba por virar toda a sua ira e violência contra o filho. No final, o pai de Taemin acaba por abandonar o filho menor, que se vê completamente sozinho e obrigado a pagar as dívidas que o pai deixou para trás.
Woojin sofre tareias constantes por parte da mãe, uma mulher claramente desiquilibrada psicológicamentre e que se revolta contra a ausência do amante rico que a abandonou e ao filho de ambos na maior pobreza. Mesmo despois de deixar a mãe para trás para viver na mansão do pai, Woojin sofre espancamentos constantes por parte da madrasta e tudo sobre o olhar de desprezo do pai.

Homossexualidade
Este manhwa conta-nos acima de tudo a história de amor de Taemin e Woojin e depois de toda a dor por que eles passaram era mais do que justo que acabassem juntos. At the End of the Road é um shounen-ai, ou seja, não possui cenas explícitas, mas fica bem patente ao longo de todo o manhwa que Taemin e Woojin são mais do que meros amigos, assim como toda a tensão sexual entre eles que quase provoca incêndios instântaneos. 

At the End of the Road
Taemin e Woojin têm uma rara segunda oportunidade.


Desde criança que Woojin se revela apaixonado por Taemin, quanto a Taemin, as coisas acabam por não ser tão claras quanto isso, até porque ele tem uma espécie de complexo de herói para com Woojin. As posições de ambos acabam por se inverter e Taemin será forçado a analisar a sua relação com Woojin, que tanto o magoou no passado ao abandoná-lo sem dizer uma palavra. É esta ferida por cicatrizar no coração de Taemin que irá tornar o relacionamento de ambos tão complicado, por outro lado a falta de sinceridade de Woojin também não foi benéfica para ambos. Aqui temos aquele cliché típico da falta de diálogo entre os protagonistas que poderia ter evitado muito sofrimento e angústia para ambos, mas assim não teríamos sentido metade dos sentimentos que este manhwa nos provoca.

At the End of the Road

domingo, 27 de dezembro de 2020

TOP 7 - Personagens Femininas Mais Marcantes da Literatura

TOP 7 - Mulheres mais marcantes da literatura

Quais foram as personagens femininas que mais marcaram a literatura mundial? Este TOP 7 procura dar a minha própria resposta a esta questão tão subjetiva quanto complexa. Passo então a apresentar as personagens femininas que mais me marcaram em termos literários. As suas histórias podem até nem ser tão heroicas quanto isso e, a maioria delas, até pode ter tido um final trágico, mas todas as personagens femininas que figuram neste TOP 7 marcaram a literatura mundial, sendo referências constantes até hoje.

As personagens femininas que integram este TOP 7 são as seguintes:


1- Julieta Capuleto (Romeu e Julieta, William Shakespeare)

Julieta Capuleto, Romeu e Julieta

Quem não conhece Julieta Capuleto, a trágica heroína de um dos maiores clássicos da literatura mundial, Romeu e Julieta, uma tragédia para teatro escrita entre 1591 e 1592 pelo mestre William Shakespeare? Julieta teve uma vida curta, mas em contra partida viveu uma grande e intensa história de amor com Romeu, filho de uma família rival, os Montecchios. Um amor pelo qual ela escolheu dar a própria vida.

Julieta, a filha única de uma das famílias mais ricas da cidade italiana de Verona, os Capuleto, apaixona-se perdidamente por Romeu, filho de uma família rival igualmente rica, os Montecchios. Julieta e Romeu iniciam uma relação secreta e proibida, acabando por casar em segredo com a ajuda de Frei Lourenço e, para poderem fugir juntos, elaboram um plano complexo... Plano esse que acaba por conduzir à morte prematura dos dois amantes. Morte essa que acaba com as disputas das duas famílias, unidas pela tragédia.

Romeu e Julieta é um romance histórico que tem vindo a inspirar inúmeros romances que se lhe sucederam no passado e continuarão a suceder no futuro. Apesar do final dos dois amantes ser para lá de trágico, acredito que foi o destino destes dois heróis da literatura que acabou por tornar a sua história imortal.

Julieta tem o seu nome inscrito na literatura mundial, talvez não seja a personagem mais desafiante desta lista, pelo contrário, mas a peça Romeu e Julieta deu origem a inúmeras adaptações seja em cinema, televisão, literatura, arte e até na música. O legado da personagem é inegável e todas as meninas sonham encontrar o seu Romeu. Todavia, todas querem que o final da sua história seja o "felizes para sempre", ao contrário do que aconteceu com a nossa Julieta…

Tal como termina a peça podemos afirmar que: "Jamais história alguma houve mais dolorosa / Do que a de Julieta e a do seu Romeu."


2- Anna Karenina (Anna Karenina, Lev Tolstoi)

Anna Karenina, Lev Tolstoi

Uma das mulheres mais complexas desta lista, Anna Karenina foi c
riada pelo escritor russo Lev Tolstoi. Personagem cheia de virtudes e defeitos, capaz de atitudes extremas num piscar de olhos, ficamos com a ideia que Tolstoi a amava tanto quanto a odiava, como acaba por acontecer com a maioria dos leitores.

Ao longo das quase mil páginas do romance acompanhamos os altos e baixos da montanha russa que são as emoções desta personagem tão complexa quanto profunda e que foi interpretada por algumas das mulheres mais belas do cinema, como Greta Garbo, ainda hoje considerada como a melhor interprete da personagem, a brilhante e apaixonada Vivian Leigh e, mais recentemente, a francesa Sophie Marceau e Keira Knightley, a rainha das adaptações de romances históricos para o grande ecrã.

Quem era Anna? Irmã de Stiva e esposa de Karénin tem um filho que adora, mas de quem se distância por força das circunstâncias, pois apaixona-se por Vronsky e, por amor, rompe com todas as regras de decoro da sociedade aristocrata russa.

Carismática e bela, uma mulher segura dos seus atributos, que ousou amar sem restrições numa sociedade aristocrata que a julgou como criminosa desde o primeiro instante. Ao tornar-se amante de Vronsky passa a ser uma persona non grata nos meios em que se movia. Acabando por ceder à pressão das suas próprias escolhas, pois enquanto é ostracizada e desprezada por todos, Vronsky é visto e tratado do mesmo modo, já que o homem e a mulher têm tratamentos diferentes em relação ao adultério.
 
Não ama nem nunca amou o marido, com quem mantém uma relação fria e distante. O seu mundo era regido pelas aparências e pelo seu estatuto na alta aristocracia russa. A sua história de amor com Vronsky põe a nu a futilidade e instabilidade das suas relações e também a sua própria instabilidade emocional. Entrega-se de corpo e alma ao que acredita ser uma grande história de amor, mas a diferença de tratamento entre ela e Vronsky pela sociedade russa causa um efeito trágico sobre Anna e intensifica as suas inseguranças e ciúmes.

Um romance incontornável da literatura mundial, Anna Karenina retrata temas como hipocrisia, inveja, fé, fidelidade, família, casamento, sociedade, progresso, desejo carnal, paixão, e o contraste da vida no campo e a vida na cidade. Todavia, se Anna Karenina não fosse uma personagem tão carismática quanto complexa, o seu romance não teria alcançado o estatuto de grande clássico da literatura mundial.



3- Emma Bovary (Madame Bovary, Gustave Flaubert)

Emma Bovary, Madame Bovary

Madame Bovary é também ela uma mulher que ousou procurar o amor numa sociedade que submetia as mulheres a meros objetos dos homens. Criada por Gustave Flaubert, Madame Bovary fez o seu autor passar um mau bocado ao ser julgado judicialmente por atentado aos bons costumes, claro que o processo acabou por não dar em nada e até pode ter contribuído para o sucesso do livro, mas a reputação de Gustave Flaubert sofreu imenso com tudo isso.

Sinceramente, não sou grande fã do autor de Madame Bovary, Gustave Flaubert tem uma escrita muito descritiva e depois de ler A Educação Sentimental, um romance semiautobiográfico do autor, fiquei com a ideia que o seu caráter enquanto ser humano deixava muito a desejar… Todavia não estou aqui para o julgar e sim para falar de uma das mais importantes personagens femininas da literatura mundial: Emma Bovary.

Inicialmente, uma jovem sonhadora e romântica criada no campo, Emma conhece e casa-se com Charles, um médico sem ambição. Ao perceber a que vida de casada não é tão idílica como o descrito nos livros que lia, Emma aborrece-se e procura no adultério o amor e a liberdade com que tanto sonhava, mas também os seus amantes acabam por não corresponder às suas expectativas. Dito assim esta obra parece muito simplista, mas é o contrário, Madame Bovary é um romance complexo que constitui uma crítica cerrada à classe burguesa do século XIX.

Emma Bovary é uma personagem tão rica e importante que deu origem ao termo bovarismo. Em termos psicológicos, o bovarismo consiste numa espécie de alteração do sentido da realidade, na qual uma pessoa possui uma deturpada autoimagem, na qual se considera outra (de características grandiosas e admiráveis), que não é. Em termos mais gerais, o bovarismo faz referência ao estado de insatisfação crónica do ser humano, produzido pelo contraste entre suas ilusões e aspirações (que geralmente são desproporcionadas tendo em conta suas próprias possibilidades) e a realidade frustrante.


4- Catherine Earnshaw (O Monte dos Vendavais, Emily Brontë)

Catherine Earnshaw, O Monte dos Vendavais


Protagonista feminina de uma história de amor, ódio e vingança, Catherine Earnshaw é a meu ver a maior vítima de O Monte dos Vendavais (Wuthering Heights), uma obra onde quase todos podem ser vítimas e algozes em determinados momentos, e uma das personagens mais marcantes e complexas da obra criada por Emily Brontë, uma das famosas irmãs Brontë.

A jovem Cathy apaixona-se perdidamente pelo protagonista Heathcliff, mas oscila entre o amor e o dinheiro e acaba no meio da jornada de vingança do protagonista. Uma jovem mimada, de espírito livre, ama Heathcliff tanto quanto ele a ama, mas, por questões financeiras, decide casar-se com Edgar Linton. Anos mais tarde, após o retorno de Heathcliff, as constantes disputas dos dois homens por seu amor a deixam debilitada mental e fisicamente, acabando por morrer ao dar à luz sua única filha.

Catherine é descrita como uma pessoa de temperamento explosivo. Crises de choro, sentimentos intensos e flutuações de humor também são características típicas da personagem. Assim como o seu amado Heathcliff, ela é uma pessoa de sentimentos intensos e, por vezes, passionais. Cathy demonstra uma grande dificuldade em controlar as suas emoções, possuindo acessos de fúria incontroláveis. 

Personagem paradoxal, pois, ao mesmo tempo que é descrita como amável e sensível, é descrita como uma pessoa explosiva e repleta de delírios, os sentimentos de Cathy são muito intensos e uma angústia assola a sua alma. Dizia sentir "dores" no coração e admitia que seu sangue fervia com facilidade.

Vivia no limite entre a normalidade e a loucura. Os seus súbitos ataques de choro e a sua dificuldade em controlar suas próprias emoções a levavam a características repletas de distúrbios psíquicos. Por tudo isto, Catherine Earnshaw tornou-se numa heroína trágica e inesquecível, morta a meio do seu próprio romance, a sua presença fantasmagórica paira ao longo de toda a obra sobre o seu amante vingativo, Heathcliff.



5- Emma Woodhouse (Emma, Jane Austen)

Emma Woodhouse, Emma (Jane Austen)

Personagem criada por Jane Austen, Emma Woodhouse cativa qualquer leitor pela sua independência e determinação, isto numa altura que esses traços não eram lá muito apreciados numa mulher. Por outro lado, Emma é a personagem mais imatura desta lista.

Emma Woodhouse, a protagonista da história, é uma joverm de 21 anos bela, espirituosa, inteligente e algo fútil. A mãe faleceu quando ela era muito jovem, fazendo com que Emma tomasse conta da casa desde muito cedo. Enquanto em alguns aspetos ela é muito madura, em outros é extremamente infantil. Apesar de afirmar constantemente que nunca se casará, passa seu tempo tentanto arranjar casamento para os outros. Acha que é incapaz de se apaixonar, até que o ciúme faz com que se perceba apaixonada por Mr. Knightley.

Contrastando com as demais heroínas de Austen, Emma se mostra imune à atração romântica ou sexual, e não demonstra interesse romântico pelos homens que conhece. Ela fica genuinamente surpresa, e até desgostosa, quando Mr. Elton declara seu amor por ela, assim como não entende a afeição entre Harriet Smith e Robert Martin; apenas após Harriet Smith revelar seu interesse por Mr. Knightley é que Emma percebe o amor que sente por ele.

Apesar de sua família ser amorosa e ter uma situação financeira estável, a vida de Emma é vazia e fútil, tendo poucas companhias da sua idade quando a história principia. A sua determinação em manipular as pessoas pode ser o protesto contra o limitado alcance de uma mulher rica, especialmente de uma mulher solteira e sem filhos. No entanto, apesar dos seus defeitos, Emma é uma das personagens mais carismáticas de Jane Austen para além de Elizabeth Bennet de Orgulho e Preconceito, sendo que optei por Emma neste TOP 7 apenas por uma questão de gosto pessoal.


6- Scarlett O'Hara (E Tudo o Vento Levou, Margaret Mitchell)

Scarlett O'Hara, E Tudo o Vento Levou

A rebelde e irreverente, Scarlett O'Hara, protagonista de E Tudo o Vento Levou de Margaret Mitchell, foi imortalizada no cinema pela bela Viven Leigh, estanto a figura da atriz ligada de modo irremediável à personagem. Vivien Leig, curiosamente, também chegou a dar vida à bela e trágica Anna Karenina. Contudo, Scarlet é muito diferente de Anna, apesar de se tratarem de duas mulheres complexas e carismáticas. Se o destino de Anna é fruto do seu sofrimento interno, resultado da ostracidade a que a sociedade aristocrata russa a devota, Scarlet é uma mulher mimada e egoísta que tudo fará para ver o seu amor platónico por um amigo de infância, Ashley Wilkes, o noivo da sua prima Melanie, ser correspondido, para isso ela irá magoar tudo e todos, principalmente, a prima Melanie e o homem que a ama profundamente e com quem chegará a casar e ter uma filha, Reth.

Curiosamente, tanto Anna como Scarlet acabarão por não ter o final feliz que tanto desejavam. Contudo, dado o final em aberto de E Tudo o Vento Levou, juntamente com o carater obstinado e combativo de Scarlet, acredito que há esperança para ela...

Tendo como pano de fundo o desenrolar da Guerra Civil Americana, E Tudo o Vento Levou é um clássico inquestionável da literatura mundial, onde acompanhamos as alterações que a Guerra provocará em todas as personagens do livro, principalmente em Scarlett que precisa lutar para sobreviver e manter a fazenda da família. Assim vemos a jovem e mimada Scarlett tomar as rédeas do seu próprio destino e tornar-se numa mulher madura e segura de si, contudo, a sua obsessão por Ashley a irá tornar cega para o verdadeiro amor.


7- Morgana (As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley)

Morgana, As Brumas de Avalon

Outra personagem forte e complexa, Morgana ganha imenso destaque na obra de Marion Zimmer Bradley ao assumir a inegável posição de uma das narradoras da série As Brumas de Avalon, composta por quatro volumes, dando assim às mulheres que fazem parte das lendas arturianas uma voz mais forte e humana.

Também ela uma personagem sofrida e endurecida pelo sofrimento porque passa na história, Morgana é uma lutadora nem sempre vista com bons olhos. Uma vilã nas outras versões da história, na versão de Marion Zimmer Bradley a Sacerdotisa da Deusa foi vítima do destino que lhe foi imposto. 

Manipulada para ter sexo com o próprio irmão, Arthur, sem ter disso consciência, Morgana engravida e revolta-se contra as suas circunstâncias e, principalmente, contra aquela que considerava quase como uma mãe e que planeou tudo, Vivianne. Contudo, o seu papel já está irremediavelmente traçado...

Morgana tem nesta versão épica de Marion Zimmer Bradley um papel crucial, tanto na coroação como na destruição de Arthur. Ao longo da obra ela manipula várias personagens centrais para que o decorrer dos acontecimentos decorra do modo que ela acha mais correto, sem pensar que está a fazer exatamente o mesmo que lhe fizeram no passado. Todavia, as sua intenções não são as de uma vilã.

Outro ponto interessante relativamente a esta personagem é que fica de certo modo implícito que ela mantém uma relação homossexual com a Sacerdotisa Raven. Mas aquilo que mais me chama a atenção em Morgana é sua luta silenciosa para manter a sua religião viva, quando o Cristianismo parece engolir indiscriminadamente todas as religiões antigas, fazendo com que a Sacerdotiza da Deusa tenha quase que renegar à sua identidade. A adaptação televisiva da série alterou completamente a personagem e muitas partes da história, por isso aconselho a lerem os livros para perceberem a verdadeira complexidade desta personagem.