sexta-feira, 29 de abril de 2022

Clássicos da Literatura | 1984, George Orwell

Capa do livro 1984 de George Orwell


Era uma vez a opressão e a resistência…

Londres, 1984. O Grande Irmão controla a Oceânia, a Polícia do Pensamento controla as ideias, a novafala controla a liberdade. É neste mundo opressivo que Winston Smith, um mero peão ao serviço do Partido, inicia um diário, numa tentativa de individualidade. Este ato de rebelião vai mudar a sua vida, levando-o, por fim, até à misteriosa Sala 101.


George Orwell já havia dado provas do seu talento com A Quinta dos Animais, uma fábula satírica de imensa criatividade, na qual ele utiliza os animais para criticar o regime comunista da Rússia encabeçado por Estaline. Em 1984 a crítica contínua forte, mas neste caso a todo e qualquer regime totalitário que possa existir ou que esteja ainda para ser inventado.

O Partido, criado por Orwell, é comandado por uma figura misteriosa e omnipresente denominada de Grande Irmão, ficando sempre no ar a dúvida em relação à sua existência ou se ele é apenas um símbolo, usado para controlar a população.

O slogan do Partido, espalhado por todos os lugares, expressa desde logo a natureza do regime e, como mais tarde O'Brien vai explicar a Winston, esconde uma doutrina pouco profunda, mas bastante eficaz para manter toda a máquina partidária da Oceânia:

Guerra é paz;

Liberdade é escravidão; 

Ignorância é força. 


A sociedade está divida em três estratos sociais, de um lado temos os membros do Partido interno, figuras importantes e centrais com vários privilégios e regalias, das quais apenas conhecemos O'Brien. Do outro lado, temos os membros do Partido externo, sendo Winston Smith, o nosso malogrado protagonista, o seu maior e mais representativo exemplo. 

Os membros do Partido externo, trabalham praticamente como escravos sendo completamente controlados pela máquina propagandista do Partido. Não lhes é permitido qualquer ato de rebeldia e muito menos quaisquer pensamentos contra o Partido, que controla todos os aspetos da sua vida, desde aquilo que vestem, falam, sentem, pensam e até as suas memórias. Winston vive em constante sobressalto, ao mesmo tempo em que procura recordar algumas memórias de infância à muito perdidas. 

Por fim, temos os proles, a classe mais baixa e numerosa desta sociedade, eles vivem na miséria, morrem de fome, são apenas números sem qualquer direito. Estão, constantemente, em risco de morrem de algum bombardeamento, mas, ao mesmo tempo, são o grupo que possui maior liberdade, pois o Partido acredita que eles jamais serão capazes de se rebelar. Eles servem apenas como mão-de-obra barata para sustentar a base da sociedade criada pelo Partido, mantê-los na ignorância é a chave para a sua sobrevivência e para a sobrevivência do Partido.

Depois de uma devastadora Terceira Guerra Mundial, o mundo foi dividido em três grandes potências mundiais, que mantêm uma guerra interminável e trocam de aliança constantemente entre si, cada uma dessas potências é controlada por um regime ditatorial. A Oceânia é onde se passa a ação do romance, é composta pelas Ilhas Britânicas, América do Norte e Austrália. A Euroásia é composta pela Europa Continental e Rússia e a Estásia inclui o resto.

No mundo de 1984 as crianças são educadas de modo a serem fieis ao Partido. Elas são capazes de denunciar qualquer comportamento que julguem ir contra os ensinamentos e princípios do Partido, para isso elas são capazes de denunciar os próprios pais.

O Partido criou uma nova linguagem, denominada de novafala, onde temos cada vez menos palavras para nos expressarmos, o grande objetivo da novafala é diminuir a capacidade de expressão linguística do ser humano, o que em última instância lhe irá diminuir a criatividade e a capacidade de pensar por si próprio.

Winston Smith é um simples funcionário do Partido externo, que trabalha para o Ministério da Verdade reescrevendo a história, alterando registos históricos, artigos de jornais, revistas, etc., de acordo com as vontades do Partido, pois as pessoas não conhecem a verdade, mas sim aquilo que o Partido quer demostrar num determinado momento, já que a verdade hoje pode ser mentira amanhã. É neste contexto que surge aquela que é a mais emblemática citação desta obra:

Quem controla o passado controla o futuro. Quem controla o presente controla o passado.


Winston vê-se enredado numa teia clandestina, onde tudo começa com a simples aquisição de um diário, se bem que mais tarde percebemos que as coisas começaram bem antes disso e que o diário foi apenas um isco usado contra Smith. Cansado do mundo de vigilância constante em que vive, Smith utiliza a escrita do diário e, mais tarde, a sua relação amorosa com Júlia como grito de revolta contra o Partido.

A relação de Winston e Júlia simboliza por si só um grande ato de rebeldia da parte dos protagonistas. Ambos estão longe de serem perfeitos, pelo contrário, possuem inúmeras falhas, mas a sua relação, inicialmente apenas física depressa se torna cada vez mais intensa e verdadeira, para o Partido não há nada mais terrível do que esse sentimento incontrolável chamado "amor" que é necessário esmagar a qualquer custo.

Aprisionado, Winston sobre todo o tipo de abusos físicos e psicológicos que podemos imaginar com o objetivo de quebrar o seu espírito, a sua essência, no fundo fazer-lhe uma lavagem cerebral. Os diálogos entre Smith e o seu torturador, O'Brien são como uma espécie de dança enigmática entre duas mentes tão absurdamente semelhantes que se torna óbvio que aquilo que separa os dois homens é apenas a sua posição como membros do Partido. O'Brien é um membro do Partido interno e, portanto, o torturador que pretende quebrar, vergar Smith, no fundo fazê-lo amar unicamente o Partido.

Uma obra de caracter visionário, capaz de sobreviver ao tempo como um bom vinho do Porto, 1984 mostra-nos a complexidade de um regime totalitário que pretende vergar a vontade do homem, consoante os seus ideais ou a falta deles, pois o objetivo do Partido é unicamente manter-se no Poder. 

Um dos pontos mais positivos deste romance é a sua cada vez maior atualidade, num mundo em que as novas tecnologias trouxeram progresso, mas também vigilância constante, e as redes sociais permitem ligar pessoas com uma facilidade extraordinária, mas também se tornam num lugar onde o homem perde a sua individualidade e a informação é manipulada, sendo neste ambiente que o homem "ataca" os outros sob o anonimato que lhe é gratuitamente fornecido.

quinta-feira, 21 de abril de 2022

TOP 7 - Mangás que abordam o bullying

TOP 7 - Mangás sobre bullying

O bullying é um assunto muito sério e, infelizmente, recorrente em qualquer escola e em qualquer país, mas no Japão, devido à mentalidade grupal que se incute nas crianças desde muito cedo, os ataques contra aqueles que são considerados "diferentes" podem assumir contornos bem mais sérios, violentos e precoces do que "apenas" algumas partidas de mau gosto. 

Alguns mangakas pretendem consciencializar a comunidade para a gravidade de tal situação, utilizando a sua arte como grito de revolta, outros apenas se servem do bullying para criar obras violentas e cruéis, mas que mesmo assim nos cativam por esse seu lado dark e violento e muitas vezes com um volte face de vingança. Este TOP 7 procura juntar, num só post, alguns dos mangás mais conhecidos sobre o tema.


1- Life

Mangá-Life

Life é uma série de mangá shoujo escrita e ilustrada por Keiko Suenobu. Trata-se de um mangá que acabou por ganhar uma poderosa adaptação em dorama que lhe rendeu a tão merecida fama e reconhecimento.

Ayumu Shiiba conseguiu entrar num colégio privado de renome, mas pelo caminho perdeu a melhor amiga, que não foi apurada para esse colégio e acaba por se ressentir de Ayumu. A perda da melhor amiga é tão dolorosa para a adolescente que ela começa a praticar automutilação para se confortar da dor. 

Procurando um novo começo, Ayumu forma amizade com Manami, mas devido a um mal entendido, Ayumu torna-se alvo de bullying na escola. Assim devido a uma série de esquemas orquestrados por Manami, Ayumu passa a viver um verdadeiro inferno.

Life causou polémica no Japão por abordar vários temas controversos, como automutilação, bullying, tentativa de suicídio, tentativa de assassinato, abuso sexual, escravidão e manipulação.



2- Koe no Katachi (A Silente Voice)

Mangá-A-Silent-Voice

À alguns anos atrás, Shoya Ishida e os seus colegas de turma praticaram bullying com Skouko Nishimiya, uma menina surda que em última instância acabou por ser transferida de escola. Nessa altura Shoya é responsabilizado como o único culpado e passa, ele próprio, a ser vítima de bullying por parte dos mesmos colegas que antes eram seus cúmplices, sendo isolado. Passam-se alguns anos e Shoya luta para se redimir com Shouko e enfrentar os colegas que o traíram.

Um dos mangás mais maravilhosos que já tive e oportunidade de ler, Koe no Katachi aborda o bullying de maneira bastante sensível. Shouko é uma menina surda que sofre imenso preconceito, se no início até foi encarada como uma novidade para os colegas de turma, com o tempo acabou por se tornar um fardo e ser desprezada pelos mesmos colegas com a conivência dos professores. Já adolescentes Shoya e Shouko desenvolvem uma bela amizade e ajudam um ao outro a curar as suas feridas.


3- Assassination Classroom

Mangá-Assassination-Classroom

Os estudantes da turma 3-E da escola de Kunugigaoka têm um novo professor: um alienígena com forma de polvo, poderes bizarros e força ilimitada que acabou de destruir parte da Lua e ameaça destruir a Terra, a não ser que os seus alunos o consigam assassinar no prazo de um ano!

Um mangá com uma história maravilhosa. Koro-sensei é aquele professor que todos gostaríamos de ter, mas que sabemos ser pouco provável existir. Com o aspeto de um polvo amarelo com dois metros, Koro-sensei torna-se o professor de uma turma de alunos excluídos, que passam a ter como missão assassinar o professor tarefa nada fácil devido à velocidade supersónica de Koro-sensei.

O bullying presente no anime é contra todos os alunos turma 2-E que sofrem discriminação por serem considerados os piores alunos do colégio, sendo por isso colocados naquela turma, onde são negligenciados. A discriminação em Assassination Classroom não vem só dos outros alunos, ela é praticada a todos os níveis da instituição desde a direção, passando pelos professores, pessoal não docente e pelos pais dos próprios alunos.


4- Revenge Classroom

Mangá-Revenge-Classroom

Mangá violento, considerado um thriller de horror, recheado de cenas macabras e sanguinárias, Revenge Classroom conta-nos a história de uma adolescente que sofre uma espécie de colapso nervoso depois de ser abusada física, psicológica e sexualmente pelos colegas de turma. Tudo isto culmina numa tentativa de homicídio e, mesmo só tendo reconhecido o uniforme do colega que a empurrou para a frente de um carro em andamento, Ayane irá se vingar de todos os colegas de turma, para isso ela irá atacá-los onde lhes dói mais. Ela irá colocar em prática um plano de vingança perfeito, ninguém está a salvo, nem mesmo os colegas que pura e simplesmente ficaram a assistir e aqueles que ela outrora considerou amigos.


5- Suki-tte li na yo (Say "I love you")

Mangá-Say-I-love-you

Mei Tachibana não tem amigos e não precisa deles, desde que foi traída pelos colegas de turma na escola primária, que a acusaram de ter morto a mascote da turma, ela desistiu da amizade e tem enfrentado sozinha e em silêncio todas as adversidades, inclusive o bullying dos colegas. Mas tudo muda quando, acidentalmente, ela acaba por pontapear o rapaz mais popular da escola, Yamato Kurosawa, que curiosamente passa a ficar fascinado pela jovem. Ele não irá aceitar um não como resposta e assim Mei e Yamato embarcam numa amizade surpreendente que os irá mudar para sempre.

Típico cliché de menina boazinha mal compreendida e com problemas de confiança que com a ajuda do protagonista acaba por fazer amizades e conseguir a tão almejada vida normal, mas com uma história bem desenvolvida que acaba por abordar temas sérios e raramente abordados neste tipo de obras como sexo na adolescência, vergonha do corpo e outros.


6- Kimi ni Todoke (Reaching You, From Me to You)

Mangá-Kimi-ni-Todoke

Sawako Kuronuma é uma adolescente normal cujo o maior desejo é fazer amizades e ser útil. O único problema? A sua semelhança extraordinária com Sadako do filme O Chamado. Devido à sua aparência as pessoas têm medo de se aproximar dela e fogem quando detetam a sua presença, o único colega de turma que fala com ela é o popular Kazehaya. À medida que ambos se tornam cada vez mais próximos, os seus sentimentos de um pelo outro começam a evoluir profundamente, todavia, as inseguranças de Sawako, a sua falta de habilidades sociais e uma série de rumores e mal entendidos cruéis parecem ameaçar os seus sonhos de uma vida normal.

Tal como acontece em Say "I love you" temos aqui um típico cliché de menina boazinha que só quer fazer amigos e ter uma vida escolar normal, mas que é despreza e discriminada pelos colegas devido à sua semelhança com uma personagem conhecida de um filme de terror e que passa a interagir com os colegas com a ajuda de Kazewaya, o carismático protagonista masculino da história, que tem sentimentos secretos pela jovem. Ao longo do anime eles vão desenvolver uma relação amorosa muito fofa, mas alvo de muitas invejas que vão render maus momentos para Sawako.


7- Great Teacher Onizuka

Mangá-GTO

Um ex-delinquente, líder de uma gangue de motociclistas, torna-se professor de uma turma de alunos problemáticos e pouco disciplinados? Só podia ser a receita para o insucesso ou, pelo contrário, quem melhor que um antigo mau aluno para ensinar os atuais maus alunos? GTO é considerado um clássico dos mangás com uma bem sucedida adaptação em anime e um dorama de ainda maior sucesso.

Eikichi Onizuka é um ex-membro de uma gangue com 22 anos, saído de uma universidade de terceira e com um relatório de mau comportamento que não lhe permite encontrar um emprego decente. Enquanto espia as saias das meninas num centro comercial, ele conhece uma aluna que tem um caso com o professor. Ao ver essa exibição do poder de um professor sobre as meninas, Onizuka decide se tornar um professor. Ao longo da sua jornada, ele descobre que afinal tem consciência e moralidade. Isso significa que não pode tirar proveito de alunas impressionáveis, mas as suas mães são um assunto diferente. 

Onizuka gosta de ensinar e, na maior parte do tempo, ensina lições de vida em vez de trabalhos escolares. Ele odeia os sistemas de educação tradicional, especialmente quando eles se tornam ignorantes e condescendentes com os alunos e suas necessidades. Ele se propõe a se tornar o maior professor de todos os tempos, usando sua própria filosofia e a capacidade de fazer quase tudo sob pressão.

Onizuka é contratado como professor por uma escola particular para domar uma classe que levou um professor a uma morte misteriosa, outro a um colapso nervoso e outro a se unir a um culto. Ele então embarca em uma missão de autodescoberta, ajudando cada aluno a superar os seus problemas e aprender a aproveitar a vida genuinamente.

Grande parte dos problemas dos alunos do professor Onizuka são devidos ao bullying e uma série de outras situações que são abordadas ao longo da obra, sempre num registo cómico, que apesar de tudo não lhes retira a devida seriedade.

domingo, 3 de abril de 2022

TOP 7 - Animes de Anjos

Animes de Anjos

Os Anjos são criaturas místicas pelas quais sempre tive um grande fascínio, mais do que pelos vampiros e lobisomens que, apesar de tudo, são meras criaturas terrestres. Ao contrário, os Anjos e Demónios são seres imortais e superiores que jogam de perto com a religião, nomeadamente, com as nossas crenças religiosas, dogmas e a existência de outro mundo. 

Confesso que pondero escrever um livro de fantasia sobre este tema, mas como sou uma procrastinadora patológica, ainda não o consegui escrever… Assim sendo, é natural que no que toca a animes procure por este tema. E mesmo que estes não abordem muito temáticas sobre Anjos existem algumas obras bastante interessantes.

Os animes que compõem este TOP 7 são os seguintes:


1- Angel Sanctuary

poster-anime-Angel-Sanctuary

Angel Sanctuary é a história de um amor proibido que acontece entre  dois irmãos no meio de uma batalha entre Anjos e demónios. Setsuna Mudô é um adolescente de temperamento agressivo e poucos amigos. Uma das únicas pessoas que o entende e sempre apoia é a irmã, Sara Mudô, por quem ele nutre um sentimento que está para além do seu controle. Entretanto, Anjos e demónios acreditam que Setsuna é a reencarnação de uma anjo chamada Alexiel, cujo poder é capaz de mudar o destino dos mundos astrais e materiais. Alexiel tem um irmão gémeo chamado Rosiel que é o seu maior inimigo.

Durante a batalha entre o céu e a terra, Alexiel tentou matar o seu irmão Rosiel, rebelou-se contra Deus e acabou condenada a múltiplas reencarnações com uma morte trágica em cada uma delas.

Angel Sanctuary vale, maioritariamente, pelo seu mangá de enorme qualidade, mas devido ao grande sucesso do anterior acabaram por criar uma série de OVAS composta por quatro episódios.

Esta obra da autoria de Kaori Yuki narra-nos a batalha milenar entre Anjos e demónios e os enormes conflitos que surgem entre estes e o seu criador, que todos nós conhecemos como Deus e que, de modo visionário é representado como um mega computador que nos criou para testar um algoritmo de um programa.

No meio deste cenário surge a trágica história de amor proibido entre dois irmãos gémeos, Setsuna, a atual reencarnação de Alexiel, e Sara Mudou. Um amor desde logo condenado pelos Céus e pela Terra. Após a morte de Sara, Setsuna empreenderá uma viagem até às camadas mais baixas do Inferno e às camadas mais altas do Céu, onde tudo fará para encontrar e salvar a alma da sua amada. Ao mesmo tempo, todos esperam que ele seja o messias, o salvador da humanidade

Em Angel Sanctuary, as personagens apresentam designs absolutamente únicos, caso tenham curiosidade podem dar uma vista de olhos no meu TOP 7 - Personagens de Angel Sanctuary.

Esta obra é também conhecida por abordar vários temas polémicos (ou apenas desconfortáveis para a maioria) como o incesto, a homossexualidade, a transsexualidade, a religião, entre outros. Caso queiram saber  mais podem dar uma vista de olhos no TOP 7 - Temas Polémicos de Angel Sanctuary, onde falo em pormenor sobre alguns dos temas mais "polémicos" da obra.



2- X-1999

anime-X-1999

No fim do milénio teve início uma batalha para decidir o futuro da humanidade. Os Dragões do Céu, defensores da terra, estão prontos para combater os Dragões da Terra, para os quais os seres humanos devem ser devastados para assim purificar a terra. Kamui, que nasceu com grandes poderes psíquicos, deve decidir qual lado escolher, se unir aos sete selos e defender a terra ou se unir aos sete Anjos e devastar a terra. 

Kamui perdeu os seus pais quando ainda era criança, e de lá pra cá decidiu viver na solidão, ignorando o destino da terra, destino que cabe a ele decidir, até que ele reencontra os seus amigos de infância Fuuma e Katori Monou. Qual será o futuro que Kamui escolherá?

Este anime de 25 episódios foi criado pela Clamp no virar do milénio e aborda a chegada do muito anunciado Apocalipse, mesmo que tal não se tenha vinda a concretizar, a Clamp adaptou, primeiro em filme e depois em anime, esta história profética sobre o Apocalipse e sobre o surgimento de Anjos, uns com o objetivo de destruir a humanidade, outros de salvá-la. 

Cabe ao protagonista, Kamui, a difícil escolha entre seguir o caminho do bem ou o caminho do mal. E com a sua escolha, numa das reviravoltas mais interessantes do anime, ele acaba por condenar o seu melhor amigo Fuuma a um destino oposto.

Um anime profético com personagens inesquecíveis, X-1999 é uma daquelas obras que fica na nossa memória. Todavia, a qualidade da imagem já foi à muito ultrapassada por animes mais recentes.



3- Kamisama Kazoku

anime-kamisama-kazoku

Samatarou é filho dois Deuses e as suas irmãs são candidatas a Deusas. Eles encontram-se a viver no mundo humano, porque querem que Samatarou aprenda os costumes e hábitos das criaturas que protegem, pois assim ele se tornará um Deus melhor, mais justo e sábio. 

Tenko é uma Anjo encarregada de observar Samatarou. Ela e Samatarou nasceram no mesmo dia e desde então tornaram-se inseparáveis. A sua vida decorria normalmente, até que Samatarou se apaixona por uma nova aluna chamada Kumiko e decide fazê-la se apaixonar por ele, sem usar os seus poderes. Tenko é então confrontada com os seus verdadeiros sentimentos pelo amigo.

Kamisama Kazoku é um romance fofo com uma típica história cliché e que foge ao tom sombrio e trágico que muitas vezes premeia as obras com esta temática como Angel Sanctuary e X-1999.



4- Sousei no Aquarion

anime-Sousei-no-Aquarion

Os Anjos Caídos voltaram a atacar a humanidade após 12 000 anos de confinamento. O seu objetivo é recolher “Prana” (energia vital) para que possam renascer completamente.

Há 12 000 anos atrás, um Anjo traiu seus os companheiros e lutou contra eles. Aquele que se tornou uma lenda e o herói da humanidade é Apolonius, o “Asas de Sol”. Atualmente, novamente sob ameaça dos Anjos Caídos, os homens buscam por aquele que possa ser a reencarnação de Apolonius, pois mesmo com as lendárias armas “Aquarion”, eles sabem que as chances de vitória são pequenas face ao inimigo poderoso.




5- Haibane Renmei

anime-Haibane-Renmei

Uma pequena planta brota do chão de uma casa velha utilizada por Anjos. De dentro desta planta surge uma garota, que eles chamam de Rakka (que significa “queda” ou “cair”), porque ela sonhou que estava caindo quando estava dentro da planta que a abrigava. Nascem-lhe pequenas asas e os outros Anjos oferecem-lhe com uma auréola. 

Rakka vai se descobrindo num mundo diferente com aqueles Anjos. Vê-se numa cidade cercada por um muro muito alto, que os isola do mundo exterior. Quem são os Haibane? Porque eles não podem deixar a cidade?



6- Gabriel DropOut

anime-Gabriel-DropOut

Este anime segue a vida de Tenma Gabriel White, que se formou como a melhor aluna no Colégio dos Anjos, e veio para a Terra em busca de conhecimento, contudo, ela se vicia em jogos e decide que é muito trabalhoso ir a qualquer lugar, tornando-se assim num Anjo preguiçoso.

Enquanto os outros Anjos avançam em suas tarefas, Gabriel perde tempo com coisas que não estavam nos seus objetivos e descobre que a escola não é tão simples como imaginava.

À semelhança de Kamisama Kazoku, Gabriel DropOut é outro anime divertido e fofo desta lista que foca a amizade entre quatro meninas especiais (dois Anjos e dois Demónios).



7- Platinum End

anime-Platinum-End

Mirai Kakehashi é um jovem estudante que vive uma vida de abusos por parte dos tios que o criaram desde a morte dos pais, num misterioso acidente. No entanto, quando se tenta suicidar ao atirar-se do alto de um edifício, é salvo por um Anjo chamado Nasse, que lhe conta que é o seu Anjo da guarda e que sabe tudo sobre a sua vida.

Ao saber por Nasse que os seus pais adotivos são os responsáveis pelo acidente que vitimou os seus pais e irmão, Mirai usa os poderes que ela lhe concedeu para os enfrentar e saber a verdade. Contudo, as provações de Mirai estão apenas a começar, pois Nasse conta-lhe que Deus vai-se aposentar em 999 dias e que treze candidatos foram selecionados para o substituir, incluindo o próprio Mirai. Entre os candidatos há alguns capazes de fazer seja o que for para ganhar, incluindo matar inocentes ou mesmo os outros candidatos.

Dos mesmos criadores do mega sucesso Death Note, Platinum End prometia, mas não conseguiu se equiparar ao irmão mais velho. Apesar disso este anime é competente se promete uma história interessante.


Menção honrosa:

anime-Colorful

Na porta de entrada para a ”morte eterna”, uma alma triste é visitada por um Anjo com a notícia de que receberá uma segunda hipótese de vida quer queira quer não. E Purapura, um Anjo neutro, na forma de um pequeno rapaz, o ajudará no seu caminho.

A alma possui o corpo de um jovem adolescente de 14 anos, Makoto, que tentou se suicidar com um overdose de comprimidos. Ela deve usar o tempo que lhe foi dado, seis meses, para se lembrar de quais foram os maiores erros e pecados que cometeu na vida. No processo, ela deverá aprender sobre o rapaz e aquilo que o levou à sua tentativa de suicídio e como aproveitar uma segunda chance na vida.

Colorful é um filme de animação japonês. Os Anjos que compõem o seu elenco não têm o aspeto tradicional, nem um papel determinante, mas a beleza da sua história e mensagem valeram-lhe uma menção honrosa neste TOP 7.

quarta-feira, 30 de março de 2022

TOP 7 - Animes com Demónios

Animes de Demónios

Anjos e Demónios são duas criaturas poderosas e antagónicas que significam o oposto. Por norma, do lado dos Anjos temos a luz, do lado dos Demónios a escuridão, mas, tal como acontece com os seres humanos, a ambiguidade destas criaturas sobrenaturais é aquilo que mais acaba por nos fascinar. 

Este post vai enumerar sete animes em cujos Demónios têm um papel central, alguns são protagonizados por esses mesmos Demónios, que nos conquistam com o seu carisma, como Chrono Crusade e Kuroshitsuji, noutros eles são os odiados vilões, mas em todos os animes apontados, eles exercem um papel de grande importância.

Os animes que fazem parte deste TOP 7 são os seguintes:


1- Chrono Crusade

Anime Chrono Crusade

Chrno Crusade é, sem dúvida, um dos animes mais emocionantes desta lista. A história tem lugar no final dos anos 20 nos EUA, onde o grande desenvolvimento económico faz com que a ganância domine os seres humanos. Este torna-se o ambiente ideal para os demónios: enquanto fingem ajudar os humanos, na realidade, eles se utilizam destes para os seus próprios objetivos. Para enfrentar tamanho mal, a igreja católica criou a Ordem de Magdala, cujos membros (padres, freiras e etc.) têm a função de exorcizar e destruir estes monstros através do uso de armas especializadas na sua captura e extermínio.

O anime conta a história de Rosette Christopher, uma jovem freira que definitivamente não age como tal. Há quatro anos, Rosette vivia em um orfanato com seu irmão mais novo Joshua, que era um dos apóstolos (sete humanos que foram abençoados com poderes divinos), porém ele é sequestrado por um demónio chamado Aion. Desesperada, ela faz um pacto com outro demónio, Chrono, para que ele possa ajudá-la a encontrar o seu irmão e salvá-lo. Mas ao fazer isso, Rosette vira sua contratante, e sempre que Chrono usar os seus poderes a vida dela será consumida. O símbolo desse contrato é um relógio que Rosette carrega pendurado ao pescoço e que mostra o seu tempo de vida. Para não ficar "gastando" a vida dela à toa, Chrono permanece na forma de um garoto que aparenta ter 12 ou 13 anos. Mas quando precisa lutar a sério, ele volta para sua verdadeira forma: um demónio com asas, sem chifres e com uma aparência adulta. 

Após ter feito o pacto com Chrono, Rosette decide ir para a Ordem de Magdala para aprender a lutar, matar e exorcizar demónios. Chrono vai juntamente com ela e trabalha como seu assistente nas missões. Porém alguns membros da ordem possuem preconceito para com Chrono, por ele ser um demónio.

O anime desenvolve a relação entre Chrono e Rosette, que evolui romanticamente, assim como o passado de ambos e a sua cruzada conjunta para atingirem os seus objetivos, que acabam por estar relacionados.

Tanto Rosette quanto Chrono fazem parte de outros TOP 7 existentes no blog: TOP 7 - Protagonistas loiros no animes (Rosette) e TOP - Personagens de anime com cabelos roxos (Chrono).


2- Ao no Exorcist (Blue Exorcist)

Anime Blue Exorcist

Humanos e demónios são dois lados da mesma moeda, assim como Assiah e Gehenna, os seus respetivos mundos. A única maneira de viajar entre ambos os mundos é através de possessão. Contudo, Satã, o governante de Gehenna, não consegue encontrar um corpo humano capaz de abrigá-lo, devido ao seu imenso poder, permanecendo preso no seu mundo. Numa tentativa desesperada de conquistar Assiah, o mundo dos humanos, ele envia o seu filho, com a intenção de que ele se tornasse no seu próprio receptáculo.

Ao no Exorcist segue Rin Okumura que parece ser um adolescente normal, até ao dia em que é emboscado por demónios e descobre que é, na verdade, o filho de Satã e que o seu pai pretende que ele retorne e Gehenna para que possam conquistar juntos Assiah. Não desejando se juntar a Satã, ele decide treinar para se tornar um exorcista para que possa lutar e defender Assiah juntamente com o irmão Yukio.


3- Kuroshitsuji (Black Butler)

Anime Black Butler

Na cidade de Londres, em plena Era Vitoriana, vive um rapaz de treze anos chamado Ciel Phantomhive, que adquiriu a sua posição após os eventos de dezembro de 1885, ou seja, quando a mansão dos Phantomhive foi atacada. Após encontrar os seus pais e o seu cão de estimação, Sebastian, mortos, Ciel é raptado pelos atacantes e vendido como escravo, acabando nas mãos de um culto demoníaco, onde acabou por sofrer inúmeros abusos físicos, psicológicos e sexuais às mãos dos seus captores.

Numa noite, durante uma cerimónia sacrificial para invocar um demónio, em vez de formar um contrato com os membros do culto, o demónio declara que foi convocado por Ciel, apenas aceitando formar um contrato com ele, assassinado todos os membros do culto. Após o contrato estar formado, o demónio revela que irá consumir a alma de Ciel como pagamento por ajudá-lo a atingir o seu objetivo: vingança contra aqueles que trouxeram a desgraça à Casa dos Phantomhive.

Ciel nomeia o demónio de Sebastian, em homenagem ao seu falecido cão. O duo retorna à sociedade, sendo que Ciel passa a ocupar a antiga posição do seu pai como "cão de guarda da rainha", tornando-se num indivíduo de alto perfil que investiga os casos para os quais a própria rainha Victoria solicita tratamento especial ou que ameaçam a Inglaterra e a coroa.

Ciel Phantomhive torna-se então no jovem mais poderoso de toda a Inglaterra, mas ele carrega consigo as cicatrizes do sofrimento indescritível por que passou. Na sua memória, a imagem do assassinato brutal dos seus pais, além das marcas das torturas porque passou após ser sequestrado.

Este anime faz parte do meu TOP 7 - Animes sobre Vingança.


4- Beelzebub

Anime Beelzebub

A Escola de Ishiyama é o abrigo de vários delinquentes, incluindo Oga. Um dia Oga encontra um homem a flutuar no rio, que se divide para revelar um bebé no seu interior, mas esse bebé é nada mais nada menos que Beelzebub, o futuro rei dos demónios!

Beelzebub adota oga como seu pai para desânimo dos outros demónios. Agora, para além de combater gangues rivais para se tornar no delinquente mais forte dos arredores, Oga deve comprar fraldas, confortar e carregar um bebé chato é que mais demónio do que o próprio Oga.

Sem dúvida um dos animes mais divertidos e caricatos desta lista, Beelzebub não deixa de trazer várias mensagens nobres, apesar das personagens violentas.


5- Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer)

Anime Demon Slayer

Ambientada no Japão durante o Período Taishō (1912-1926), a história gira ao entorno de Tanjirō Kamado, um garoto bondoso e inteligente que vive junto com a mãe e os irmãos.

Certo dia, ao voltar para casa após ter ido a uma cidade vender carvão, Tanjiro descobre que toda sua família foi atacada por onis (demónios), sendo que uma de suas irmãs, Nezuko, é a única que sobreviveu ao ataque. Nezuko então passa a ser um oni, mas apesar disso ela ainda demonstra sinais de emoções e pensamentos humanos. Tanjirō decide então se tornar um caçador de onis, e com a ajuda de Nezuko, passa a sair em jornadas pelo Japão a fim de impedir que a mesma tragédia que afetou sua família aconteça com outras pessoas, isto ao mesmo tempo em que busca uma maneira de tornar Nezuko humana novamente.

Demon Slayer é o anime mais conhecido e falado desta lista, confesso que ainda não me aprofundei muito na história, mas que o pretendo fazer em breve.


6- D. Gray-man

Anime D. Gray-man

No final do século XIX, os membros da Ordem Negra estão em guerra contra o Conde do Milénio, que pretende destruir a humanidade com seu exército de Akumas (demónios), que são armas criadas a partir das almas dos falecidos quando os seus entes queridos amaldiçoam Deus pela sua perda. Para ajudar nos seus esforços, a Ordem Negra percorre o mundo procurando as 109 partes de uma substância divina chamada Inocência, que foi lavada durante o Grande Dilúvio, e as pessoas que podem usar armas anti-Akuma a partir da Inocência. Essas pessoas, chamados Exorcistas, são capazes de combater e destruir os Akumas.

O personagem principal da série é Allen Walker, um jovem exorcista que entrou recentemente na Ordem Negra depois de treinar durante três anos com o seu mestre, o General Cross Marian. Entretanto, Allen descobre que é a pessoa da profecia o "Destruidor do Tempo", ou seja o único capaz de derrotar o Conde do Milénio. 

Ao longo do tempo, Allen reúne vários aliados e, finalmente, encontra um jovem aspirante a bookman chamado Lavi e seu antecessor, Bookman, que seguem Allen em suas aventuras para testemunhar e registrar os eventos. Allen também se encontra com o antagonista, o Conde do Milénio, o seu exército akuma, e a família de Noé, um grupo de humanos que ajuda o Conde do Milénio em seu plano para destruir a humanidade.

Um anime muito em voga na altura do seu lançamento, D. Gray-man é aquele típico anime shounen em que o protagonista é um herói resiliente que luta pelo bem da humanidade com uma tenacidade e carisma incríveis.



7- Devil May Cry

Anime Devil May Cry


Um anime resultante da adaptação de um popular videojogo, Devil May Cry conta-nos a história de Dante, um meio demónio que trabalha como caçador de demónios. 

A história principal do anime começa quando Dante é contratado para proteger um garotinha chamada Patty Lowell, uma órfã que acaba de receber uma fortuna e todo o património do falecido pai. Ao mesmo tempo que Patty quer encontrar a mãe, os seus parentes querem matá-la para ficar com a herança.

Para completar, os demónios querem Patty, pois ela carrega consigo um colar que é a lágrima de Alan Royal. O colar é uma espécie de chave que, se for destruído, libera o poder de Abigail, o rei dos demónios.



Menções honrosas:


Dororo

Anime Dororo

Este anime relata a história de um homem que nasceu desmembrado, sem características faciais e sem órgãos internos. Este foi o resultado de um pacto que o seu pai biológico forjou com 48 demónios selados para que ele pudesse governar o mundo. Em troca, ele prometeu a cada demónio que poderia obter um pedaço do corpo do seu filho aquando do seu nascimento.

A sua mãe foi obrigada a colocá-lo à deriva no rio, para que ele não fosse morto pelo seu pai, sendo o bebé foi posteriormente encontrado e criado pelo Dr. Honma, um curandeiro que usou magia e métodos alquímicos para dar à criança, próteses trabalhadas a partir dos restos mortais de crianças que morreram na guerra. O menino tornou-se quase invencível contra qualquer golpe mortal como resultado das próteses e da cura mágica.

Entretanto, o médico é obrigado a mandá-lo embora, porque ele atraía demónios, e o jovem aprende que poderia recuperar as peças roubadas do seu corpo e, assim, recuperar a sua humanidade, caçando os demónios que as roubaram. Através das suas viagens, ele ganha o nome de "Hyakkimaru" e encontra uma jovem ladra órfã chamada Dororo que passa a viajar ao seu lado através do campo devastado pela guerra.

Antes de assistir ao anime, já havia assistido a um filme japonês que contava a história fantástica de Dororo e, já nessa altura, fiquei fascinada com esta história.


Devilman Crybaby

Anime Devilman Crybaby

No anime, Akira Fudo é informado pelo seu melhor amigo, Ryo Asuka, que uma antiga raça de demónios retornou para conquistar o mundo dos humanos. Acreditando que a única maneira de derrotar os demónios é incorporar os seus poderes, Ryo sugere a Akira que ele se una a um demónio. Tendo sucesso em fazer isso, Akira se transforma em Devilman, possuindo os poderes de um demónio, mas mantendo a alma de um ser humano.

Devilman Crybaby é uma adaptação mais fiel ao seu material de origem do que outros trabalhos anteriores, cobrindo todo o período do mangá. No entanto, muitas alterações foram feitas na trama, como um cenário moderno, a adição de personagens originais e caracterizações diferentes.

Confesso que este anime, com o cunho Netflix, não me cativou, talvez o design moderno dos personagens me tenha causado estranheza. No entanto, Devilman Crybaby teve um grande sucesso a partir do momento em que foi lançado.

quarta-feira, 23 de março de 2022

Clássicos da Literatura | Cândido ou o Otimismo, Voltaire

 

Cândido ou o Otimismo de Voltaire

Publicada anonimamente em 1759 é logo identificado o seu Autor e nesse mesmo ano a obra conhece vinte edições, seguindo a sua fama para a Itália e Inglaterra onde é traduzida.

Voltaire foi o introdutor de um género de conto que utiliza a ironia para revelar criticamente a realidade do mundo em que vivia: utiliza a ficção como interrogação e os seus personagens agem por vezes em contradição com o senso-comum da época.

Em Cândido, o seu herói confronta-se regularmente com o otimismo veiculado pelas teorias de Leibniz (o melhor dos mundos possíveis), ou o seu nome não exprimisse precisamente a ideia da candura que o otimismo gera na adversidade através da existência do mal e da justiça divina.



Cândido ou o Otimismo de Volaire não foi uma leitura prazerosa, pelo contrário, tratou-se de uma espécie de sacrifício literário, mas daqueles que passam depressa. Se me perguntassem se tenho plena consciência de que estou perante uma obra clássica da literatura mundial, direi que não consegui perceber como esta obra se tornou tão influente, talvez pelo seu carácter crítico já que Voltaire, como o homem inteligente e iluminado que era, utilizou a sua obra como meio de "atacar" os seus críticos, rivais e toda uma série de acontecimentos e ideologias que iam mal na sociedade do seu tempo. 

O tom mordaz e satírico deste livro é a principal razão porque ele é tão importante, mas o nosso afastamento temporal da época em que foi escrito e a falta de proximidade para com as suas personagens tornam este livro menos pertinente do que foi na altura da sua publicação.

Cândido é um personagem que oscila entre os acontecimentos e que de uma maneira pouco dimensional não consegue interpretar da melhor forma tudo aquilo que vai presenciando. Ele é, sem dúvida, um otimista que tenta seguir sem questionar os ensinamentos filosóficos do seu mestre o Dr. Pangloss, que estavam tão na moda.

Cândido não foi criado para ser carismático, pelo contrário, é um personagem que age de modo pouco compreensível, em contradição com aquilo que seria expetável, não apenas para a época como para nós enquanto seres humanos. Claro que esta obra possui várias personagens, não apenas Cândido, mas todas elas, Pangloss, a menina Cunegundes, Cacambo, a Velha, entre outras, cada uma à sua maneira, são excêntricas, caricaturadas e pouco compreensíveis nos seus atos.

Ao longo de Cândido ou o Otimismo acontecem tantas coisas que acaba por se tornar difícil acompanhar a leitura da melhor forma, Cândido passa por tantos lugares, sofre tantos infortúnios e consegue testemunhar em primeira mão quase todos os grandes acontecimentos do seu tempo. A sua vida parece se desenrolar a um ritmo alucinante e torna-se difícil acompanhar tudo o que está a acontecer e ter tempo para criar a devida empatia pelo protagonista, cujas ideologias parecem-nos demasiado irrealistas para serem levadas a sério, assim Voltaire acaba por conseguir expor tudo aquilo que está errado com o pensamento filosófico do otimismo.

O facto de me reger pela empatia com as personagens para apreciar um livro, faz com que não aprecie muito obras com tons mais marcadamente filosóficos e impessoais como Cândido ou o Otimismo que não apela aos meus sentimentos e, por essa razão tão simples, não consegui criar uma boa relação com o livro e com Voltaire, cujo nome já conhecia, mas a obra ainda desconhecia de todo.




Voltaire

François-Marie Arouet nasceu em Paris no ano de 1694 e foi registado como filho de um bem-sucedido notário parisiense, François Arouet, e da sua esposa, embora ele próprio suspeitasse ser filho da Sra. Arouet e de um poeta menor.

Após estudos num colégio jesuíta, no qual apreciou sobretudo as peças de teatro escolares, decidiu lançar-se numa carreira literária e na sociedade: uma e outra lhe valeram duas estadias na prisão da Bastilha (por uns panfletos satíricos primeiro, por uma briga com um nobre depois). Ao sair da prisão deu a si próprio o nome de Senhor de Voltaire. Foi dramaturgo, historiador, filósofo, divulgador científico, homem de negócios, membro da Academia das Ciências de França, agricultor, proprietário, investidor de capital de risco, ativista dos direitos civis e humanos, homem da corte desterrado no campo e, sobretudo, o autor mais célebre, admirado e odiado do seu tempo.

Morreu em 1778, pouco depois de regressar a Paris após um exílio de mais de vinte anos. A sua obra é extensíssima e nunca foi esgotada numa só coleção. A Voltaire Foundation, de Oxford, prevê publicá-la em 85 volumes. Cândido ou o Optimismo é considerado o seu melhor «conto filosófico» e é uma das melhores novelas da história da literatura.

terça-feira, 8 de março de 2022

TOP 7 - Vampiros carismáticos nos animes

Vampiros-carismáticos

Os Vampiros são seres imortais que se alimentam de sangue humano para manter a sua vitalidade, juventude e até imortalidade. Eles estão presentes nos mais variados tipos de arte e cultura, sejam filmes, séries, livros, jogos, etc... Os animes não são exceção, sendo que alguns desses animes podem ser encontrados no TOP 7 - Animes de Vampiros.

Este post é sobre os Vampiros mais carismáticos que podemos encontrar nos animes. Nem sempre os heróis no sentido mais puro da palavra, os vampiros são muitas vezes personagens misteriosas e enigmáticas com os seus próprios motivos. 

Antes de enumerar os Vampiros que fazem parte desta lista segue abaixo uma definição do que significa Carisma:

Etimologicamente, o termo “carisma” se originou a partir do grego khárisma, que significa “graça” ou “favor”. Um indivíduo carismático é aquele dotado de carisma, que possui um conjunto de qualidades que o caracterizam como um sujeito notável, admirável ou fascinante, aos olhos de outros indivíduos.

Os Vampiros integrantes deste TOP 7 são os seguintes:



1- Abel Nightwood (Trinity Blood)

Abel-anime-Trinity-Blood
As duas faces de Abel.

Um vampiro que se alimenta do sangue de outros vampiros, Abel Nightroad é o protagonista de Trinity Blood e uma personagem enigmática, com um passado trágico, e que vive expiando os seus pecados passados contra a humanidade.

Abel possui um charme muito próprio e a capacidade de nos conquistar facilmente, apesar de ser uma personagem à primeira vista distraída e trapalhona, ele tem um outro lado bem mais perigoso, porque ele é na realidade um Kresnik, uma criatura poderosa e sedenta de sangue.

Apesar do seu grande poder, Abel é um pacifista que se recusa a matar os seus adversários. Ele está do lado da humanidade, ao contrário do que aconteceu no passado. Assim, ele assume o papel de padre no Vaticano, uma vez que a Igreja Católica de Roma é a maior força militar existente determinada a proteger os humanos dos Methuselahs (vampiros), tendo o seu centro de poder no Vaticano.

Personagem carismática devido à sua enorme dualidade, por um lado um padre distraído e trapalhão, por outro uma das criaturas mais poderosas do anime, Abel Nightwood talvez não seja a escolha mais consensual para figurar no lugar cimeiro deste TOP 7, mas não deixa de ser uma das personagem mais inesquecíveis que tive o prazer de conhecer enquanto fã de animes.



2- Alucard (Hellsing)

Alucard-anime-Hellsing
O vampiro mais violento da lista.

Os Vampiros existem e é o dever da Organização Hellsing, uma organização patrocinada pelo governo britânico, esconder esse facto e proteger a população. Juntamente com o seu próprio exército pessoal, Hellsing tem algumas armas secretas, sendo uma dessas armas: Alucard

Alucard, que é um Vampiro renegado incrivelmente poderoso, é controlado pela Hellsing há anos. Embora ele não goste de ser um servo da família Hellsing, ele aproveita ao máximo o seu trabalho como exterminador de Vampiros. As suas razões permanecem ocultas durante uma boa parte da obra.

Os protagonistas devem ser carismáticos, mas nem todos eles devem ser bons, honestos e heroicos, é aí que entra o anti-herói. Alucard não criado para ser o salvador da humanidade, detesta vampiros e repudia a sua própria condição, é uma máquina de matar sob as ordens da fundação Hellsing e demonstra total prazer em eliminar os seus adversários de forma sádica e cruel.



3- Zero (Vampire Knight)

O vampiro mais sexy da lista.

Zero é um jovem pertencente a uma poderosa família de caçadores de vampiros que foi exterminada por uma Vampira puro sangue. Órfão, ele foi acolhido pelo diretor da Academia Cross, sendo integrado como aluno da Turma do Dia. Juntamente com Yuki, ele tornou-se uma espécie de monitor que vigia as relações entre a Turma do Dia, composta por alunos normais, e a Turma da Noite, composta por Vampiros. 

Zero esconde um segredo, foi convertido em Vampiro pela Vampira que matou a sua família e corre o risco de se tornar num Vampiro louco e sedento de sangue. Yuki descobre este segredo e dá-lhe de beber o seu próprio sangue para prevenir que ele enlouqueça.

Apesar de ser um caçador de vampiros, Zero é também ele um vampiro, e sendo um vampiro de nível E, ele pode enlouquecer e tornar-se numa espécie de vampiro zombie que mata, indiscriminadamente, até mesmo as pessoas que ama.

Tal como Abel e Alucard, Zero é um personagem carismático pela sua enorme dualidade, por um lado um caçador de vampiros, por outro um vampiro, em conflito com aquilo que foi ensinado a fazer desde nascença e aquilo em que se tornou no dia em que perdeu toda a família. Zero luta contra os seus demónios internos, ao mesmo tempo em que se odeia por se ter tornado num monstro e beber o sangue da mulher que ama, Yuki. 

Zero odeia, em igual medida, todos os vampiros e não se reconhece a si próprio como um. Quando descobre que Yuki é uma vampira puro sangue, ele transfere para ela todo o ódio que sente pelos vampiros no geral, isto apesar dela ser a mesma pessoa. Até que aceite o seu eu vampiro, ele tem ainda um longo caminho a trilhar, o que só podemos ver ao ler o mangá que originou o anime.



4- Drácula (Castlevania)

O vilão que consegue ser mais carismático que o herói.

Castlevania, uma série de animação baseada num jogo japonês de 1989 da Konami, tem em Drácula uma das personagens mais interessantes do seu enredo, isto apesar de estarmos a falar do grande vilão da história.

Drácula apaixona-se por Lisa, uma mulher bonita, inteligente e bondosa que o procura para aprender sobre medicina e assim poder salvar as vidas dos camponeses pobres que não possuem quem os ajude. Casam-se e têm um filho, Alucard. 

Tudo corre bem com Drácula a tentar viver como humano junto do seu grande amor, mas acontece que, numa das suas ausências, Lisa é aprisionada e queimada viva pela igreja que a acusa de bruxaria. Quando sabe do sucedido, Drácula liberta o seu lado sanguinário e reúne, durante um ano, um exercito de criaturas das trevas para destruir a humanidade que lhe roubou aquilo que mais amava.

Drácula é uma personagem intrigante, uma vez que percebemos que a sua enorme revolta contra a humanidade tem a ver com a grande dor que sente pela perda de Lisa, que o cegou para tudo. Assim não pude evitar sentir compaixão por uma personagem tão mortífera e perigosa, alguém que odeia os humanos tão profundamente. Mas temos que concordar que existem humanos bastante idiotas, neste caso os padres católicos, que cegos por poder, parecem ser os verdadeiros vilões desta história.

A dor de Drácula por ter perdido Lisa é quase palpável ao longo de toda a obra, o que o torna muito mais carismático do que o herói, Trevor Belmonte, cujas motivações para salvar a humanidade são apenas cumprir com a tradição familiar de caçador de vampiros.



5- Kojou Akatsuki (Strike the Blood)

O adolescente normal que acaba por ganhar um poder imenso.

Strike the Blood é um anime que se passa na cidade de Itogami, uma cidade onde humanos e Vampiros convivem e que fica numa ilha artificial no mar do Japão.

Kojou Akatsuki é o protagonista da história. Apesar de parecer ser apenas um adolescente normal, ele é, na verdade, o quarto progenitor, o vampiro mais forte de todos, um demónio imortal, que se julgava existir apenas em lendas.

Kojou tornou-se vampiro e o quarto progenitor apenas três meses antes do início da história. Ele não se consegue lembrar de como se tornou um vampiro e tem uma violenta dor de cabeça sempre que se tenta lembrar. Yukina Himeragi foi envida pela Organização Lion King para o observar e eliminar, caso ele se revelasse perigoso.

Kojou é uma pessoa amável e empática, que gosta de ajudar os outros. Ele é também um individuo inteligente, astuto e despreocupado. Contudo, por baixo da sua atitude relaxada, ele tem um temperamento explosivo que é, frequentemente, despertado quanto gozam com ele ou o subestimam. Ele também tem um lado sério que se torna cada vez mais visível assim que a história progride.

Kojou tem uma força de vontade indomável e um carisma sobrenaturalmente forte, que atraiu a atenção de admiradores e aliados, permitindo-lhe até fazer amizade com os seus próprios inimigos.



6- Yuki Anzai (Devils Line)

Yuki-Anzai-anime-Devils-Line
Um homem em luta constante com o seu Vampiro.

Um meio-vampiro que trabalha para um esquadrão policial que é responsável por investigar casos relacionados com demónios/vampiros, sendo que um desses casos o vai colocar em contato com Tsukasa, uma estudante universitária por quem se apaixona perdidamente. A relação entre ele e Tsukasa irá fazer com que Anzai se despreze ainda mais por não conseguir estar com ela sem que o seu estado Vampiro se manifeste.

Anzai cresceu num orfanato, juntamente com outros demónios/vampiros, e não sabe nada sobre os seus pais, por essa razão, ele mesmo duvida das suas origens, será ele realmente um meio-demónio ou um demónio por completo?

Em constante luta consigo próprio, Anzai tem, apesar de tudo, um coração de ouro. Ele faz tudo aquilo que pode para proteger Tsukasa, mas ao mesmo tempo, teme que seja o maior perigo para ela. Ao longo do anime vamos aprender muito sobre ele, vamos perceber que ele odeia os outros demónios devido a um trauma do passado e que a pessoa que ele mais odeia é a si próprio. A sua dificuldade em aceitar o seu demónio interior pode ser a principal razão porque ele tem tanta dificuldade em controlá-lo.

Tanto ele como a Tsukasa são inexperientes no amor e ele não sabe lidar com a excitação que sente quando se envolve com ela, pois não é apenas o sangue que desperta o seu demónio, Anzai também se transforma quando está sexualmente excitado, o que torna a relação de ambos bastante complicada em termos de intimidade.

Talvez o carisma desta personagem seja mais para nós enquanto espetadores, que acabamos por sentir a dor e frustração de Anzai Yuki e a sua luta contra o seu monstro em vez de o aceitar, mas ele tem em Tsukasa um forte apoio e, acima de tudo, um amor incondicional.



7- Jirou Mochizuki (Black Blood Brothers)

Jirou-anime-Black-Blood-Brothers
Aparentemente inofensivo, na realidade letal.

A história do anime Black Blood Brothers começa uma década após uma guerra violenta entre humanos e Vampiros ter sido travada, sendo que os humanos conseguiram parar a sede de sangue dos Vampiros graças à intervenção de um Vampiro especial que eles intitularam de "Lâmina de Prata", esse Vampiro era Jirou.

Dez anos depois, ele retorna ao Japão com o seu irmão mais novo para ir viver em paz numa Zona Especial onde os humanos convivem com os vampiros, mas a sua chegada leva a que os seus inimigos de longa data ponham em ação um plano para finalmente o aniquilar.

Jirou é um Vampiro que ficou do lado da humanidade e contribuiu para a derrota da sua própria espécie, por essa razão ele não é propriamente popular, quer entre os humanos que o temem, quer entre os outros Vampiros que o odeiam profundamente, mas que não conseguem eliminá-lo por ser mais forte que eles.

Jirou possui uma atitude calma e madura e preocupa-se profundamente com o seu irmão, Kotaro. Em alguns pontos ele faz-me lembrar Abel de Trinity Blood, pois ambos são imensamente poderosos, mas tanto um como o outro não deixam que isso os torne arrogantes e prepotentes, pelo contrário, ambos são humildes e fazem o melhor que podem para proteger os humanos, que não deixam os temer pelo seu poder descomunal.

Carismático pela sua personalidade espontânea, pelo seu poder e por todo o mistério que gira à sua volta, Jirou possui ainda uma boa relação com Mimiko e com o irmão, o que acaba por o tornar ainda mais humano e empático ao nossos olhos.